Descendo a ladeira

A IMPORTÂNCIA DOS CONTROLES FINANCEIROS

O atual momento da economia brasileira tem despertado nos empresários uma grande sensação de derrota.

"As contas não fecham".

No entanto, pouco está sendo feito para entender essa situação de forma profissional. O empirismo e o derrotismo apontam sempre para culpa de terceiros. O que vemos são  empresários que administram suas empresas sem métricas, registros, informações e acompanhamento de resultado.

Existe uma máxima em administração: " O que não é medido, não pode ser gerenciado".

Não imagino um empresário iniciar seu dia sem as seguintes informações:

Quanto minha empresa vendeu ontem;

Quanto minha empresa vendeu nesse mês, até ontem;

Quanto minha empresa vendeu nesse ano;

Como as vendas estão se comportando em relação ao mês anterior e ao mês correspondente do ano anterior;

Qual o saldo nos bancos e caixa, hoje;

Quais os compromissos a pagar nessa data e até o final do mês;

Qual o recebimento previsto para hoje e até o final do mês;

Como se comportará meu caixa - caixa e bancos- nos próximos meses;

Qual o resultado operacional do mês anterior, caixa e competência;

Pois é. Por mais que pareça uma coisa lógica, verificamos que muitos empresários não conseguem ou não se importam com essas informações.

Essas, e outras, são informações imprescindíveis para um bom gerenciamento do negócio.

Sem elas, podemos comparar a gestão da empresa como um caminhão desgovernado, descendo uma ladeira, sem freio e com o motorista desacordado.

Pode parecer exagero mas não é.

Vamos fazer um exercício. Na realidade, esse exercício deverá ser feito por cada empresário. Não tenha medo nem desqualifique o resultado . Vamos lá?

Qual o seu saldo bancário agora? Não o saldo que o banco informa mas o saldo que está registrado em seus controles.

Esse saldo está conciliado com o extrato bancário?

Quanto sua empresa vendeu ontem?  O fechamento do caixa, valores em dinheiro e cheques  foi conferido? E as vendas nos cartões? As taxas são aquelas que negociou com o banco ou administradora do cartão? Todas as vendas foram registradas e reconhecidas? A conciliação de cartão de crédito e débito foi realizada?

As contas a serem pagas até o final do mês estão suportadas pelo saldo existente e pelos recebimentos contratados?

Você tem Fluxo de Caixa em sua empresa?

Avalia o resultado mensal? Esse resultado é compatível com o balancete Contabil? Aliás, sua contabilidade emite e avalia os balancetes mensais?

Pois é!

Todas a áreas da empresa são importantes, bem como as suas ações. No entanto, se sua empresa não possui e você não analisa essas informações, talvez você esteja caminhando para em breve descobrir que as coisas não estão bem.

Sugiro que procure ajuda e passe a tratar as informações de forma responsável e coerente. Somente assim poderá gerir sua empresa controlando os riscos financeiros e perdas.